top of page

A Importância do Contato Visual na Infância: Estratégias para Crianças com Autismo


 

No universo do autismo, o contato visual assume um papel significativo, porém desafiador, para algumas crianças. Compreender e auxiliar esses pequenos no desenvolvimento dessa habilidade essencial é fundamental para promover seu bem-estar e interação social.

 

O que é contato visual?

 

O contato visual é uma ferramenta poderosa de comunicação não verbal, que expressa emoções, interesse e atenção. No entanto, para crianças com autismo, essa prática pode representar um desafio, já que elas podem preferir focalizar objetos ou evitar olhares diretos.

 

A importância do contato visual:

 

O contato visual desempenha um papel crucial no desenvolvimento das habilidades sociais e de comunicação. Ele auxilia as crianças a aprenderem a produzir sons da fala e a expressarem suas emoções.

 

Quando uma criança com autismo estabelece contato visual, demonstra interesse pelo ambiente ao seu redor e pode participar de interações mais significativas. Por exemplo, ao fixar o olhar no rosto do cuidador ou do bebê, ela se engaja mais ativamente na comunicação.

 

Entenda as razões para a dificuldade do contato visual em crianças autistas:

 

Existem várias razões pelas quais crianças com autismo podem ter dificuldade com o contato visual. Algumas podem ser hipersensíveis aos estímulos visuais, enquanto outras podem ter dificuldade em processar as informações visuais.

 

Pesquisas, como o estudo realizado por pesquisadores de Yale e publicado na revista PLOS ONE, indicam que crianças e adultos com autismo apresentam redução na atividade de uma região específica do cérebro relacionada ao contato visual, o córtex parietal dorsal.

 

Como ajudar as crianças com autismo no contato visual?

 

Para ajudar essas crianças a desenvolverem o contato visual de forma gradual e confortável, algumas estratégias podem ser adotadas:

 

  • Estabeleça um ambiente calmo e seguro, sem distrações excessivas.

  • Utilize objetos visuais atrativos para incentivar o olhar na direção desejada.

  • Reforce positivamente o comportamento desejado, elogiando e recompensando o contato visual.

  • Seja paciente e respeite os limites da criança, aumentando gradualmente o tempo de contato visual conforme ela se sentir mais segura.

  • Utilize recursos visuais, como cartões com imagens, para ajudar a criança a compreender a importância do contato visual e praticar essa habilidade.

 

Em resumo, o contato visual desempenha um papel fundamental no desenvolvimento das habilidades sociais e de comunicação em crianças com autismo. Ao compreender suas dificuldades e aplicar estratégias adequadas, podemos promover sua inclusão e bem-estar.

 

Aqui no CERNE somos especialistas no tratamento do TEA. Entre em contato e agende sua consulta!

 

Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger e Mariana de Carvalho, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.clinicacerne.con.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/ 

 

 

 

Comments


Prancheta_3.png
Prancheta_2.png
Prancheta_7.png
Prancheta_1.png
Prancheta_4.png
Prancheta_4.png
Prancheta_5.png
Prancheta_6.png
bottom of page