top of page

TDAH: Como melhorar a atenção dos pequenos?

Atualizado: 20 de jun. de 2023



O TDAH no Brasil e no mundo


Dados da ABDA - Associação Brasileira do Déficit de Atenção - estimam que entre 5% e 8% da população mundial tem TDAH. Desses, 70% das crianças com o transtorno apresentam algum outro tipo de comorbidade e cerda de 10% apresentam três ou mais comorbidades. No Brasil, a condição afeta em média 2 milhões de pessoas.


E o que é TDAH?


O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno do neurodesenvolvimento que inclui três características principais: a dificuldade de atenção, hiperatividade e a impulsividade. Essa condição pode estar relacionada com fatores genéticos e familiar, ou seja, é comum que os pais também possam ter essa condição. Os primeiros sinais do TDAH costumam aparecer na infância e podem persistir na vida adulta, afetando a vida social, acadêmica, profissional e a autoestima do portador.


Como diagnosticar o TDAH?


O diagnóstico do TDAH geralmente é feito por uma equipe multidisciplinar, levando em consideração o histórico clínico do paciente, com base em seus sinais e sintomas. Atualmente não existem exames laboratoriais ou de imagem para isso, então para um diagnóstico efetivo são realizadas avaliações levando em conta a rotina, comportamentos e atitudes da criança durante a consulta e no seu dia a dia.


4 estratégias para melhorar a atenção dos pequenos:


Além do acompanhamento médico e uso de medicações, existem algumas atividades que podem ajudar no desenvolvimento e na melhora da atenção dos pequenos.


1) Aposte em jogos da memória

Os jogos de associação, como jogo da memória, ensinam as crianças a criar categorias de coisas similares e requer concentração para que isso aconteça.


Aproveite esse jogo para estimular seu filho a tentar se concentrar para resolver o desafio. Talvez o jogo da memória seja uma das atividade mais difíceis em termos de concentração e a vantagem é que a criança vai trenar o seu campo perceptivo enquanto simplesmente joga.


2) Ligue os pontos

Essa são duas opções de brincadeiras que as crianças costumam adorar porque são simples e lúdicos. Além de trabalhar a coordenação, os desenhos permitem que as crianças trabalhem a capacidade de concentração para executar a tarefa.


Ligue os pontos é uma ótima opção porque para ver o resultado a criança deve seguir a ordem determinada, caso contrário ela não vai conseguir. É através da curiosidade que encorajamos as crianças a se concentrar.


3) Ordene as coisas

A ideia aqui é que você espalhe objetos em uma mesa, de um tempo para que as crianças assimilem a ordem desses objetos e depois faça aquela bagunça. Aqui, os pequenos devem tentar lembrar a ordem que estavam esses objetos e colocá-los no lugar. Você vai diverti-los e, de quebra, fazer com que prestem atenção para poder completar o desafio.


4) Xadrez

Para crianças um pouco mais velhas, o xadrez é uma ótima opção, além de ser um dos jogos que mais estimulam o raciocínio, a memória e a concentração. O legal é que os pais que não sabem jogar têm a oportunidade de aprender junto com os pequenos, aproveitando das mesmas vantagens e estreitando ainda mais os laços com os filhos.


Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger e Mariana de Carvalho, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.clinicacerne.con.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/

Comments


bottom of page